Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2019

Estado investe mais de R$ 1 milhão em centrífugas para o Banco de Sangue

Imagem
Único banco de sangue público de Mato Grosso, o MT Hemocentro recebeu um investimento de R$ 1,3 milhão por parte do Governo do Estado, para aqusição de novas centrífugas refrigeradas que serão distribuídas para a hemorrede. Até o momento, um total de seis centrífugas foram licitadas, das quais três já estão no banco de sangue e serão destinadas aos municípios de Sinop, Primavera do Leste e Rondonópolis. “Este investimento é uma forma de aprimorar a estrutura do MT Hemocentro, uma unidade especializada que desempenha um papel fundamental para todas as unidades de saúde do estado. A atual gestão da Secretaria de Estado de Saúde está atenta às necessidades do banco de sangue e pretende continuar investindo de forma significativa nesta importante estrutura”, disse o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo. De acordo com a diretora do MT Hemocentro, Gian Carla Zanela, até o final de outubro, outras três centrífugas serão entregues para as Unidades de Coleta e Transfusã

Hospitais geridos pelo Estado aumentaram número de serviços prestados

Imagem
Os nove hospitais geridos pelo Governo do Estado aumentaram o número de serviços de Saúde prestados à população. Os dados estão no relatório do 2º quadrimestre da Secretaria de Estado de Saúde, apresentado pelo secretário da pasta, Gilberto Figueiredo, aos membros da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social, da Assembleia Legislativa, durante audiência pública realizada nesta terça-feira (08.10). O relatório compreende os meses de maio, junho, julho e agosto e detalha as contas e investimentos da pasta no período. “A nossa equipe se debruçou no planejamento da melhoria em infraestrutura da rede hospitalar, fazendo um amplo diagnóstico. Já preparando os projetos estruturantes de intervenção física e na melhoria do parque tecnológico de todas as unidades hospitalares”, declarou o secretário. Os dados do relatório mostram que, mesmo com o déficit de R$ 613 milhões herdado pela atual gestão, neste ano foram registradas 13.263 internações, um aumento de 11,44% em relaç