Brasil alcança mais de 80% de recuperados da Covid-19


Tratamento precoce é fundamental para aumentar as chances de recuperação e diminuir a ocorrência de casos graves e óbitos

Diante das medidas de enfrentamento à Covid-19 adotadas pelo Governo Federal, o Brasil alcançou o índice de mais 80% de pessoas recuperadas da doença. Os dados refletem as orientações do Ministério da Saúde de procurar atendimento logo nos primeiros sintomas da doença - reforçando a importância do tratamento precoce. Atualmente, o Brasil é o primeiro país em número de recuperados em todo o mundo, seguido da Índia, dos Estados Unidos e da Rússia.

A pasta vem realizando ações para ampliar o diagnóstico da Covid-19, com protocolos para exames clínicos, radiológicos, além da ampliação da capacidade laboratorial. Com isso, mais pessoas são diagnosticadas rapidamente e atendidas, o que favorece a adoção de medidas de isolamento de casos e o monitoramento de contatos, possibilitando a redução de novas infecções, casos graves e óbitos.

Secretaria de Saúde realiza evento virtual para debater ações de promoção à vida


Com o tema “Promoção da Vida no Setembro Amarelo”, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), por meio da Coordenadoria de Promoção e Humanização da Saúde (COPHS), promove no dia 10 de setembro o III Encontro Intersetorial de Prevenção ao Suicídio, que disponibiliza uma rica programação com diversos temas aos profissionais da saúde e toda a sociedade do Estado de Mato Grosso.

Neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus, o evento será virtual e as palestras com os profissionais serão exibidas pelo YouTube, por meio do link: https://www.youtube.com/channel/UC4u4fDWkW8FrhPtEq2TstzA. Todos os participantes receberão certificado de participação digital, que será enviada pela Escola de Saúde Pública (ESP-MT) e fará o envio do documento por e-mail.

Estado mais do que dobra o número de leitos de UTI no Hospital Regional


Durante a entrega dos 30 novos leitos referenciados para o tratamento da Covid-19 no Hospital Regional de Cáceres, o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou que o número de leitos de Terapia Intensiva mais do que dobrou na unidade hospitalar, que antes contava com seis leitos de UTI e agora passa a operar com 16 vagas.

“Com esses 10 novos leitos de UTI, nós mais que dobramos a capacidade que existia no Hospital Regional. Essa iniciativa se soma a todo o esforço do Governo do Estado para preencher os vazios assistenciais em leitos de Terapia Intensiva. Nós pretendemos incrementar a rede, para que não tenhamos mais que sofrer com a falta de UTI neste Estado”, disse o secretário durante coletiva de imprensa.